O espetáculo do crescimento

Salve meu povo, tudo certo?

Recentemente foram divulgadas duas pesquisas sobre o mercado brasileiro de games e as notícias são bem positivas em diversos aspectos. Um bom resumo pode ser encontrado aqui na Kotaku Brasil.

Como já esperado, o mercado teve significativo crescimento, com um aumento de 53% na venda de consoles, sendo que agora 31% dos brasileiros tem algum console em casa. Os números são expressivos e se devem não apenas ao nosso crescimento econômico, mas também à queda nos preços, sobretudo do Xbox que passou a ser fabricado no Brasil. Apenas para comparação, nos EUA esse número chega a  56%.

Num pensamento breve, podemos tentar entender melhor esse cenário: olhando o mapa econômico do Brasil, percebemos que há grande concentração de renda em alguns estados e regiões, sobretudo em São Paulo. Se 31% dos brasileiros possuem console em casa, esse número é muito maior no sudeste, pois com certeza nessa região a média é puxada para cima, ou seja, bem provavelmente no estado de São Paulo devemos ter algo semelhante ao que encontramos nos EUA. Isso é especulação de minha parte, mas acredito fortemente nisso.

Seguindo nos números, constatamos que o queridinho dos brasileiros ainda é o Playstation 2, no alto dos eus 12 anos de vida. Ele é seguido pelos seus irmão e primo mais novos, respectivamente o Ps3 e o Xbox 360. Nem preciso dizer que o preço influi bastante nesse resultado. O que me espantou foi o fato do Wii sequer ter sido mencionado. Será o Brasil tão diferente do restante do mundo, mesmo sabendo que o Wii está em franca decadência?

Então estamos nas nuvens? Não não estamos, porque quando chegamos na parte da venda de jogos os números não são tão animadores ainda, apesar de terem melhorado. Apesar do aumento nas compras de jogos em redes oficiais, 48%, sim 48% dos entrevistados afirmaram comprar jogos em camelôs. Não vou culpar quem faz isso, apenas lamentar, pois sei que os preços são muito altos e nem todos podem conseguir alguém para lhes trazer um jogo vindo do exterior. Eu não entendo bem essa coisa de sair por aí comprando jogo pirata a torto e a direito. Analisando bem, qual a vida útil de um jogo para cada jogador? Se levarmos em conta somente o modo single player, no mínimo muitas horas. Se contarmos o multi player, inexistente na maioria dos piratas, mais horas ainda, mutias horas. Ou seja, se você tem um jogo original, pode se envolver tanto com ele que acaba não tendo a necessidade de possuir uma pilha de jogos, muito menos jogos piratas. Considero humildemente que aqueles que podem juntar uma graninha deveriam poupar um pouquinho por mês e comprar jogos originais, em menor quantidade. ninguém joga 15 jogos aos mesmo tempo afinal.

Como pudemos perceber então, com a queda nos preços o mercado brasileiro de jogos se agitou e isso é bom, pois atrai os olhos das produtores e com isso temos cada vez mais jogos dublados e legendados, além de maior interesse para a produção nacional. Há um longo caminho a ser percorrido, mas o jogador brasileiro precisa ser mais conciente e crítico, para não ficarmos eternamente na mão da pirataria e dos preços abusivos praticados pelas lojas oficiais. Quem sabe essa redução de impostos não chegue no nosso campo e possamos ver os preços despencarem pela metade. Se isso acontecesse, tenho certeza que haveria maior produção local, maior busca por internet banda larga, compras online e tudo mais aquilo que movimenta economia e gera emprego. Mas vou ficando por aqui, pois esse texto já está quase parecendo um discurso político.

E para registrar, hoje ultrapassamos a marca de 400 acessos e pouco menos de um mês de vida. Obrigado aqueles que tem contribuído e continuem acompanhando e divulgando. A pretenção é chegar a mais de mil acessos até o final do mês que vem no máximo.

 

See ya!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s