A criação que vem a partir dos games

Já tem um bom tempo que videogame não se resume somente a jogar algo em específico e depois comentar com os colegas. Os personagens agora são pop e vendem brinquedos, camisetas,, bottons, adesivos e sei lá mais o que foi iventado para glorificar esses mascotes do século 21. Mas além disso, existe muita produção que cerca esses personagens e é sobre isso que vou falar hoje, com atenção específica aos Machinimas.

Segundo a preciosa fonte que pesquisei (wikipedia) o significado do termo seria:

“Machinima, termo criado a partir das palavras da língua inglesa machine (máquina) e cinema (produção de filmes), é tanto uma coleção de técnicas de produção associadas quanto um gênero fílmico, ou filme criado por tais técnicas de produção.

Como uma técnica de produção, o termo diz respeito à computação gráfica produzida através de máquinas domésticas, em oposição à produção através das complexas máquinas programas 3D dos profissionais. Jogos em primeira pessoa costumam ser utilizados.

Como gênero fílmico, o termo refere a filmes criados pelas técnicas descritas acima. Usualmente, machinimas são produzidos usando ferramentas e recursos disponíveis em um jogo.”

Essa definição é antiga e o segundo parágrafo já não condiz tanto com a realidade das produções, mas resolvi deixar mesmo assim, pois é dessa forma que aparece na wiki.

Como eu costumo fazer sempre, vamos aos exemplos, que nos ajudam a perceber o quanto esse meio pode ser inteligente e é muito maior do as pessoas imaginam.

O primeiro deles é um uma crítica bem humorada àqueles ques espalham aos quatro cantos que Counter Strike é um jogo violento e bla bla bla. Vale a pena assistir e refletir sobre a “solução” oferecida aqui para que crianças também possam jogar. Mesmo com as modificações obvias realizadas nos personagens, o filme é feito com a engine do CS e cria uma lógica bem clara durante os seus aproximadamente 3min de duração.

 

Claro que nem todo filme tem o tom do exemplo anterior. Alguns são apenas produções com personagens famosos, criando histórias (normalmente curtas) sem grandes pretenções, mas que geralmente são engraçadas. Seria quase como os fanzines (fanfics), mas feitos no computador e através de uma engine já existente em algum jogo.

A diferença para um filme comum feito por animação gráfica é que no caso dos machinimas os movimentos e expressões já existem, cabendo ao produtor dar sentido a eles dentro de uma trama. É diferente criar um Shrek e anima-lo a seu bel prazer do que fazer os terroristas se juntarem aos policiais para comemorarem um aniversário de brincadeira.

O exmeplo abaixo mostra essa faceta simples de algumas criações, colocando o X (de megaman) em situações cômicas, com diálogos bem simples, tentendo para algo mais relaxado.

 

Por outro lado, alguns filmes tem ares de super produções do cinema, com enredo bem feito e uma edição de dar inveja a muitas empresas produtoras de filmecos por aí. O exemplo que deixei para o final é meu favorito e me surpreende pela criatividade e incrível sincronia das expressões com a história criada. Você nem acredita que da pra fazer aquilo usando personagens de um jogo. Ao assistir, começamos a ver o quão expressivos podem ser os games e o quanto os fãs são capazes de fazer. Nesse caso em específico a criação é realmente elaborada e não seria qualquer um que seria capaz de fazer algo deste calibre, mas esse tipo de exercício poderia ser bem aproveitado em escolas, ou outros ambientes educacionais, pois além do esforço para criar um filme com significado, o trabalho criativo para produzir um texto desse poderia ser valorizado tanto quanto outros tipos de produções textuais. São verdadeiras obras de arte, apesar de normalmente não serem consideradas como tal. Assista e se surpreenda.

Esse post foi inspirado no lançamento do vídeo da Valve “Meet the pyro” meu personagem favorito em Team Fortress 2. Um dia ainda falarei somente sobre esse jogo, mas por enquanto apenas curtam esse engraçado vídeo, que deixa esse enigmático piromâniaco ainda mais isterioso. Cabe reforçar que sou fã de TF2.

Até

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s