Você estudaria aqui?

Não é muito difícil encontrar crianças e/ou adolescentes reclamando que sua escola é chata, sem atrativos e que não veem muito sentido no que estão aprendendo. Parte das reclamações procedem, apesar de saber que em alguns casos ela até chega a ser injusta. Ligados nesse problema, alguns educadores quebram a cabeça na tentativa de apresentar algo que seja mais atraente e interessante aos jovens e é um desses casos que apresento aqui hoje.

Em Nova Iorque, nos Estados Unidos, existe desde 2009 a escola de ensino fundamental  Quest 2 Learn, que tem seu currículo baseado em  games. Segundos os organizadores da escola ela possui como principais propósitos

ajudar os alunos a  estabelecer ligações entre  antigos e novos letramentos,
através da aprendizagem  sobre o mundo  como um conjunto de  sistemas
interligados.  Design e  solução de  problemas complexos  são duas  grandes
ideias  da escola,  que tem compromisso  com  uma aprendizagem  mais
profunda dos  conteúdos,  com um forte foco  em uma  aprendizagem
envolvente e de forma relevante. É um lugar onde se reúnem livros de mídia
digital  e os  alunos aprendem  a pensar como  designers,  inventores,
matemáticos, escritores, e muito mais[…] Quest to Learn tem respondido não
apenas  à  crescente evidência  de que a mídia  digital e  os  jogos oferecem
modelos poderosos para reconsiderar como e onde os jovens aprendem, mas
também à crença de que o acesso para todos os alunos a estas oportunidades é
fundamental.  Acreditamos  que  possibilitar  aos estudantes,  seus  pais  e as
comunidades uma busca para se tornarem motivados e recompensados, para
continuarem aprendendo  ao longo da vida  é  o  verdadeiro objetivo  da
educação. (retirado de http://q2l.org/purpose)

A escola apresenta um trabalho completamente diferenciado e inovador, colocando os jovens no papel de criadores de jogos dos mais variados tipos. Todo o ambiente é fortemente ligado à tecnologia e o visual parece muito distante de qualquer escola tradicional, pois os alunos se espalham na frente de monitores, computadores, projetos etc. Segundos os próprios diretores da escola, design e inovação são o coração da Quest to Learn. No site da escola estão disponíveis várias informações para os pais, desde o currículo completo até diferentes  links, podcasts, deveres de casa e muitos outros. Lá, as crianças aprendem através de sistemas de aprendizado específicos, criando mundos e utilizando pensamento estratégico, sobretudo para solução de problemas.

Seria a escola dos sonhos?

Ainda é cedo para avaliar o “sucesso” da escola em termos de aprendizado e satisfação dos pais e alunos, porém a iniciativa se mostra bastante inovadora e ousada, rompendo significativamente com o modelo de escola ao qual estamos acostumados a ver. Se por um lado parece pouco provável que todas as escolas atuem dessa forma atualmente (além de não haver necessidade de que todo sistema de ensino atue dessa maneira), já nos parece cada vez mais possível um uso criativo das novas mídias em um contexto escolar.

Talvez o mais importante a ser observado aqui não seja apenas a questão dos games, mas sim a tentativa de inovar e apresentar algo diferente do que estamos acostumados a ver. Muitas pessoas acreditam que a escola só existe dessa forma que a conhecemos e que esse seja o melhor sistema de ensino.

Precisamos apostar mais nas novidades e acreditar em boas ideias. Nossa sociedade tem passado por mudanças incriveis nos meios de comunicação, o que possibilita novas formas de se expressar e de aprender. Espero que cada vez mais surjam grupos com conhecimento e vontade de mudar.

O sistema educacional precisa inovar mais

Não precisamos necessariamente trabalhar apenas com tecnologia em sala de aula, essa foi apenas uma das possibilidades apresentadas. Se é interessante, por que não tentar?

Só lamento que infelizmente enquanto apenas os dinossauros e demagogos pensarem a educação provavelmente ela não vá mudar muito.

E você, estudaria numa escola como essa apresentada? Eu não sei se eu estudaria, mas gostaria muito de ser professor por lá!

 

OBS: A primeira vez que falei pro a Q2l foi em minha dissertação de mestrado

Anúncios

2 comentários sobre “Você estudaria aqui?

  1. meiradarocha

    Olá, Gustavo! Excelente seu site. Sua dissertação me será bastante útil, pois vou pretendo estudar edugamification no doutorado.
    P.S.: Você precisia colocar sua assinatura nos posts ou no “Sobre o site” e também em meta-tags. Foi difícil achar seu nome.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s