Jogos estranhos

Segunda feira, dia de trabalho e sofrimento para muitos, mas também é o começo da semana e muita gente não ve a hora de matar a saudade de seus companheiros de estudo trabalho etc. É nesse ritmo que escrevo esse post rápido e tranquilo, para  começar bem a semana, leve e tranquilo.

Inspirado no blog de André Celarino, ometafísico, que há pouco tempo falou sobre filmes estranhos, resolvi fazer o mesmo, porém com jogos estranhos.

A definição de estranho, segundo o dicionário Michaelis é

1 Estrangeiro, externo. 2 Que é de fora; alheio. 3 Sem qualquer ligação com. 4 Esquivo. 5Extraordinário, surpreendente. 6 Impróprio. 7Repreensível”

Entre várias definições eu destaco a que diz “extraordinário, surpreendente” que é exatamente aquilo que pretendo abordar aqui. Quando falo em jogos estranhos eu não me refiro a algo sem pé nem cabeça, nem algo nojento e muito menos algo de difícil compreensão. Estranho é aplicado aqui como algo que foge ao lugar comum, que se difere e que na medida do possível tenta ser ousado.

Vamos a alguns jogos que causam estranhamento em muitos jogadores.

1. Catherine

Esse eu falei faz pouco tempo por aqui e causa estranhamento principalmente no público ocidental, desacostumado com a estética erotizada comum a vários jogos japoneses. Catherine conta uma história adulta sobre adultério, morte, alcool, arrependimento, casamento e outros temas. De forma séria e ao mesmo descontraída pode ser divertido controlar o personagem principal perambulando bêbado pelo bar, tomando sua bebida favorita e até mesmo aprendendo sobre ela. No meio desse jogo de puzzles se encontram vários debates e dilemas, apresentados de uma forma diferente. Se arrisque.

A sensual Catherine vai complicar sua vida nesse jogo2. Indigo prophecy

2. Indigo Prophecy

Você está no banheiro de um bar, de repente entra em transe e perde o controle de seu corpo, sai de sua cabine e caminha de forma sobrenatural em direção a um homem comum que lava suas mãos no mesmo banheiro. A aproximação é sorrateira e logo o pobre senhor está no chão sendo esfaqueado por suas mãos. Você sai do transe e percebe o que fez. Desesperado tenta encobrir a situação: esconde o corpo, a arma, limpa o local e foge rapidamente. Alguns minutos depois o corrido chega uma dupla de policiais para investigar o caso, procurando por pistas. Mas espere, você também controla os policias sabe exatamente onde VOCÊ escondeu as pistas do crime. Nesse jogo de mistério você controla três personagens diferentes: o assassino que busca compreender o que está acontecendo com ele mesmo e um casal de policiais que investiga o crime, cada um com suas próprias questões pessoais. Num game em que até tomar água é importante, tudo parece estranho e diferente, mas quando menos se percebe você já está envolvido até o pescoço.

aqui você controla o assassino e seus perseguidores. Qual o desfecho disso tudo?

3. Flower

Nada de tiros, perseguições implacáveis, barulho extremo e nada daquela parafernalha a qual estamos acostumados. Em flower você vaga por extensos campos, belíssimos de se ver, agrupando pétalas de diferentes flores, utilizando o movimento de seu controle e soprando lufadas de vento. Não menospreze essa ideia simples, mas de uma sensibilidade unica. Uma obra de arte interativa, relaxante e que te faz ficar pensando na vida.

Vagar por belos campos é a proposta de Flower

4. Portal

Ok, já falei várias vezes desse jogo, mas sempre que possível eu falo novamente. Jogabilidade nova e estranha, pois ficar voando através de portais não é uma tarefa tão simples para todos. História estranha, cheia de mistério e sarcasmo, com personagens marcantes e igualmente estranhos. Não há monstros, inimigos (fora alguns pequenos robozinhos) contador de tempo, nada disso. A tela é limpa e sua única função é escapar dos puzzles e atingir o final, que tanto no 1 quanto no 2 são surpreendentes. Não se assuste, nem fiquei louco ao jogar Portal.

Abra sua mente para pensar com portais

Coloquei apenas 4 jogos nessa lista e espero que me tragam mais exemplos. Não quero que ninguém deixe de jogar os jogos arrasa quarteirões. Eu também jogo CoD, God of war, PES etc etc etc, mas ficar apenas jogando mais do mesmo acaba por ser cômodo. Estrapole e busque por jogos diferentes. Ampliar seu repertório só fará de você uma pessoa mais crítica em relação aos games. Amplie seu conhecimento acerca da variedade de jogos existentes e veja o quão rico pode ser esse mundo. Abaixo um vídeo, um pouco tendencioso, sobre jogar jogos estranhos.

Até,

Gustavo Nogueira de Paula

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s