Pobreza e desconhecimento

A pirataria devasta o mercado. Pra onde você olha dá para encontrar alguém vendendo um produto falsificado ou baixando direto da internet. Parcela da culpa vem de impostos, obra de um governo que pouco dialoga com a população e que tão pouco valoriza os games enquanto produção artística/midiática.

De qualquer maneira, pirataria por pirataria, ela não vem sozinha. Boa parte da população é ainda pobre e com pouco acesso a determinados bens de consumo, as vezes até pouco acesso a itens básicos de sobrevivência e/ou bem estar. A esperança muitas vezes vem dos estudos, que oferta a possibilidade de melhorar de vida, em alguns casos até possibilitando alguns bem afortunados de mudarem de país.

Contudo, nem todos possuem acesso a uma educação de qualidade, sendo que os mais ricos se destacam e acabam por se tornarem ainda mais ricos, enquanto os mais pobres permanecem cada vez mais pobres. No caso dos games, as vezes essa falta de educação (que não está ligada exatamente a presença ou não de dinheiro por parte do jogador) acaba por gerar comportamentos bastante questionáveis, com uso de trapaças, falta de senso coletivo, bagunça etc etc. Mas culpar somente a falta de educação por esses comportamentos seria demais. Vejo a falta de conteúdos voltados para o país como grande contribuinte para gerar uma leva de jogadores que muitas vezes não se identifica com o que vê na tela e quando vê algo relacionado a seu país acaba por ser uma caricatura preconceituosa do que realmente acontece no país, isso quando a população não é tratada como bandida, violenta, terrorista etc.

Não, não estou falando do Brasil, estou falando da Rússia. Durante o Congresso no Canadá pude ver a apresentação de um trabalho que abordava esse tema e falava exatamente isso que mencionei. Foi impressionante, pois se eu fechasse os olhos e não olhasse para as imagens da apresentação, poderia jurar que estavam falando de nosso país. E por que disso?

Proximidades de Brasil e Rússia
Proximidades de Brasil e Rússia

Venho falando há tempos sobre esse tópico. As grandes produções de jogos ainda são voltadas para (homens do) Japão, Europa ocidental e EUA e isso coloca o resto do mundo como subdesenvolvido, pobre, perigoso etc. Não somos os únicos nesse barco. Mas muito me entristece observar que quando produzimos jogos, comumente REproduzimos esse tipo de comportamento.

É muito importante ouvir e ver pesquisas e depoimentos de outras pessoas, de outros países, falando a respeito de jogos. Ainda somos a periferia do mundo e uma das piores formas de tentar sair dessa periferia é imitar e reproduzir comportamentos das economias dominantes. O que assusta é perceber o quão devastador pode ser essa falta de investimentos sério na produção de jogos, pois os resultados tem sido terríveis e os discursos os mesmos. Pra quem duvida disso, basta observar essa situação da Rússia. Dá para imaginar que a situação dos BRICs em geral não seja muito diferente disso.

E pra quem duvida da importância de se fazer pesquisas, sob os mais variados olhares e perspectivas, a respeito dos games, seria bom repensar a respeito.

Gustavo Nogueira de Paula

Anúncios

Um comentário sobre “Pobreza e desconhecimento

  1. Interessante, e eu achando que o complexo de vira-lata era um problema só brasileiro… De qualquer forma já vi essa carência de produtos com temáticas nacionais em diversas SBGames também. Com raras exceções como Xilo, Cangaço Wargame e outros. A maioria foca em histórias com gnomos, cavaleiros medievais etc. Acho que inclusive essa falta de foco local deixa um nicho de mercado ignorado pelo mercado de games, imagino (e torço) por um oceano azul para conteúdos nacionais a espera de quem se disponha a desbravá-lo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s